Monografia | AC  
Faça aqui seu orçamento !
Contatos
MONOGRAFIA ACAprenda sobre MonografiaDissertação de MestradoProjeto de PesquisaFormatacao ABNT para Monografias e TCCArtigo CientificoQualidade em MonografiasInvestimentoOrçamentoContato com a Monografia AC

A REDAÇÃO DE MONOGRAFIA OU TCC

 

Feed da Monografia ACTwitter da Monografia ACPerfil Facebook

Este artigo é uma continuação de outro que se refere a COMO ESCREVER UMA MONOGRAFIA

A formação de boas capacidades de redação de monografias são um dos principais elementos no sucesso do seu trabalho. Os elementos de qualidade ligados à escrita servem com freqüência como contato inicial com potenciais leitores, dentre eles seu orientador, enquanto os trabalhos do seu curso, tais como artigos e dissertações, assim como as próprias provas e o projeto de pesquisa anterior ao TCC ou à pesquisa e a correspondência diária com outros colegas, professores e outros formam o núcleo da maioria das relações educacionais de cursos superiores e de pós-graduação.

É óbvio que cada tipo monográfico tem um estilo de escrita diferenciado, devendo-se ser fiel ao mesmo para que não se descaracterize a pesquisa resultante.

A redação desleixada pode ser a porta do fracasso para um estudante, seja em relação a um estágio, ou a um estudo de caso qualquer outra situação que envolva processos comunicativos. Portanto, seja que você se considere como uma “pessoa que sabe se expressar bem no papel” ou que tenha pânico de escrever, é importante que se desenvolva aptidões sólidas de capacidades redatoras. E nem estamos falando aqui de sua monografia, mas de forma geral, muito maior.

ESTILO DE REDAÇÃO DE MONOGRAFIAS

A experiência de redação de monografia de nossa equipe nos permite oferecer diversas dicas sobre como obter mais sucesso na elaboração de monografias. Da mesma forma, o cuidado com o estilo de redação de um texto monográfico tem profundo impacto no sucesso da mesma, a partir de sua função.

Da mesma forma, o cuidado com o estilo faz parte dos PASSOS PARA MONOGRAFIA

Outro aspecto a ser estudado é a linguagem própria para a transmissão da mensagem no texto monográfico. Para saber mais entre em nossa página LINGUAGEM DE MONOGRAFIA

ELEMENTOS ESTILISTICOS DA REDAÇÃO CIENTÍFICO-ACADÊMICA

ESTILO SIMPLES E DIRETO: Uma importante regra que se aplica é a sobriedade e simplicidade. As construções elaboradas podem apresentar profundo valor estético (e você pode estar tentado a usar tais construções em sua monografia ou seu TCC) mas não são adequadas na escrita científica, especialmente se dificultam a compreensão do texto, ou então não se coadunam com a mensagem das monografias, ou em outras palavras, a mensagem seria o conceito ou ideia que estas desejem transmitir. No entanto, se você for capaz de combinar a estetica com a clareza e a simplicidade, mãos à obra.

Não é eficiente, para o resultado do texto monográfico, que as frases sejam longas contidas em intermináveis parágrafos. Normalmente, o ideal é que cada parágrafo tenha no máximo cinco frases, sendo uma a primária e as demais cujo papel é reforçar ou oferecer apoio para a primária. Parágrafos e frases muito longos geram desorientação ao leitor, que perderá a idéia e que tenha que ler a frase desde o começo repetidamente para entender seu sentido. Isto é ainda mais grave em um artigo científico, que por sua concisão deverá ter um texto ainda mais enxuto e direto.

O que ajuda, como dica de redação, é a leitura (em voz alta preferivelmente) do que se escreve e procurar a forma de simplificar as frases sem que estas percam contundência. A frase que segue pode ser fruto de uma primeira tentativa:“A variável analítica conseguiu inserir uma flutuação que tornou mais dificil a interpretação dos dados.”Esta frase esta correta, mas pode ser melhorada:“A flutuação, produto da variável analítica, dificultou a interpretação dos dados.”

OBSERVAR O NÍVEL DO LEITOR: O autor de uma monografia muitas vezes se esquece, ou não está consciente, de que sua pesquisa monográfica estará acessível a várias outras pessoas além do seu orientador de monografias.  Esses leitores, mesmo que conheçam o tema em maior ou menor grau, não conhecem os detalhes do trabalho na mesma forma que o autor e o seu orientador.

Em conseqüência, você deverá sempre pensar que seu trabalho deverá ser capaz de esclarecer a todo e qualquer indivíduo que o ler. Isto é importante  já que a informação omitida ou subentendida (ainda que esta seja óbvia para o você e seu orientador) não é conhecida pelo leitor.

USO DE VERBOS NO IMPESSOAL: Uma das regras mais importantes na escrita científica e acadêmica é o uso do impessoal, o que equivale a dizer que não se podem usar os pronomes pessoais EU ou NÓS ou os pronomes possessivos MEU e NOSSO. Apesar de que em alguns casos esta norma deixa de ser essencial (no caso em que for importante diferenciar as idéias ou resultados do autor, do trabalho de outros pesquisadores).

ETAPAS REDATORAS DE TEXTOS MONOGRÁFICOS

USE UM PROCESSO AO REDIGIR

Não espere simplesmente que ao se sentar você possa produzir um texto monográfico perfeito. Para escrever bem é necessário ter um plano. Este pode ser conceituado, basicamente, como um planejamento anterior sobre o que se deseja escrever. Quanto ao que concerne a uma pesquisa monografica, muito desse planejamento já terá sido feito quando da elaboração do projeto de pesquisa, mas mesmo este depende de boas capacidades de escrita e redação.

Primeiro, determine a ideia principal que deseja transmitir e escreva-a em uma ou duas frases. Desenvolva um esboço que reafirme a ideia e que conteste todas as perguntas básicas — quem, o quê, quando, onde e por quê. O esboço forma a coluna vertebral do texto redigido final. Sem tal procedimento, seu texto monográfico pode acabar abordando superficialmente o assunto, fazendo com que sua monografia não consiga ser compreendida bem pelos leitores pois você não terá tratado de modo preciso o ponto principal.

Você também poderia montar um ritual que permita manter-se em um bom estado de ânimo para redigir. A respiração profunda, um ambiente especial ou a visualização do texto já finalizado poderia ajudar.

Quando termine de escrever seu TCC ou sua pesquisa, leia em voz alta o que redigiu. Se uma oração ou uma palavra soar de modo esquisito, quase agredindo você, revise o texto. Mas não pode chegar a esse ponto sem usar primeiro estas estratégias adicionais.

DESENVOLVA UM ESTILO

Trabalhe para desenvolver um estilo de escrita simples e consistente, que possa aplicar a toda sua redação acadêmica. Preste muita atenção a cada frase que escreva. Preste atenção para o uso de palavras desnecessárias. Por exemplo, em lugar de escrever, “Damos aviso de recebimento de sua carta,” poderia escrever, “Recebemos sua carta,” ou “Obrigado por enviar sua carta.

Resista ao uso de termos burocráticos, feitos somente para impressionar. No entanto, é natural que se adote uma linguagem formal para sua escrita acadêmico-científica, mas ainda assim você pode evitar de tornar seu texto redigido final como arma para “impressionar” pelas palavras. Por exemplo, em lugar de “ótimo” use “melhor.” Reduza o uso de gírias e siglas, salvo quando estas últimas sejam universais, como no caso da ONU (Organização das Nações Unidas), por exemplo.

Divida parágrafos extensos e recorte frases densas ou redundantes. A redação ineficaz pode afastar os leitores. Ninguém deseja passar muitos minutos lendo uma frase antes de chegar a compreendê-la.

Em textos mais básicos, como os de e-mail, atinja o ponto do assunto diretamente. Esta é uma dica fundamental em redação: a finalidade do texto determinará o estilo de escrita.

FORMATE SUA MONOGRAFIA APROPRIADAMENTE

É fato que depois de redatar seu TCC ou sua pesquisa monográfica, uma das etapas mais complicadas para aqueles que não dominem a técnica é a formatação de uma monografia. O papel desta fase é facilitar a leitura e a compreensão dos leitores.

Mantenha os parágrafos curtos para evitar blocos intimidantes de texto. Varie o número de linhas por parágrafo para fazer com que o documento resulte mais interessante à visão. Use listas marcadas com vinhetas e subtítulos para que o material complicado seja mais fácil de compreender e para adicionar atração visual, com a vantagem de se objetivar um rol de informações complexas, o que facilita o entendimento.

Sempre que for apropriado, redija seu texto apoiando-se em gráficos, figuras ou outros dispositivos para ajudar a transmitir a informação importante, mas evite recarregar sua pesquisa monografica com detalhes supérfluos.

MANTENHA INSTRUMENTOS DE REDAÇÃO SEMPRE PERTO

Os corretores ortográficos do computador podem ser muito úteis, mas não confie na capacidade dos mesmos para a descoberta de todos os seus erros. Mantenha alguns instrumentos básicos de escrita sempre próximos a você.

Compre um bom dicionário e também um livro de sinônimos. Use um manual de estilo para orientação. Um guia de estilo pode oferecer algumas ideias tais como quais palavras devem ser escritas usando letras maiúsculas e quando se deve abreviar as palavras.

Nunca entregue seu TCC ou sua monografia sem a revisão de seu texto redigido por parte de um editor técnico. Lembre que para escrever bem, é preciso ter paciência e prática para obter bom rendimento e a qualidade necessária, atingindo os objetivos propostos. Ler exemplos de boa redação, desde romances até as bibliografias monográficas, podem assim mesmo ser insubstituíveis para melhorar sua própria redação.

O QUE EVITAR AO REDIGIR MONOGRAFIAS E TCC

EXPRESSÕES COLOQUIAIS: Um erro comum em muitos autores de textos acadêmicos e científicos é o uso de expressões idiomáticas coloquiais, o que é diferente do nível de linguagem técnica, que é formal e tem suas regras.

Normalmente, o que se diz em uma conversação, ou ainda em um texto literário ou de comunicação de massa (o que hoje em dia pode significar o que se escreve em blogs e sites), imbuídos muitas vezes de um nivel de linguagem coloquial, pode soar muito bem, quando se escreve pode ser completamente incorreto. Assim, é necessário enfatizar que o nível de expressão deve ser formal. Um estilo de escrita de monografia é por definição algo mais formal que o de redação de um texto genérico.

Você poderá perguntar, no entanto, o que seria uma linguagem própria de expressões coloquiais. Normalmente, o uso indiscriminado de adjetivos não combina com textos científicos, por exemplo, “esta curva de dados oferece resultados desagradáveis”, ou ainda, “o experimento foi muito feliz em seus resultados”.

Vamos transformar estes dois exemplos em algo mais sério e formal? No primeiro caso seria possível escrever “a curva de dados demonstra resultados não alinhados com o esperado”. No segundo teríamos “o experimento realizado atingiu todos os objetivos propostos”.

VALORAÇÃO PESSOAL: As valorações pessoais devem ser evitadas na escrita científica e acadêmica de uma monografia e, em todo caso, não se deve abusar desta forma de expressão. Como valorações pessoais se entendem frases que qualifiquem, positiva ou negativamente, os dados, resultados, etc., obtidos na pesquisa monográfica. Deve evitar-se então construções como: “O modelo se ajusta perfeitamente aos dados experimentais…” (é melhor: “o grau de ajuste do modelo é inferior ao erro experimental…”, por exemplo).“Os elementos se situam tão dispersamente que não é possível deduzir nada …” (é melhor: “…o erro experimental dificulta a interpretação dos dados…”).“Nossos resultados são muito melhores que os de Silva e Almeida…” (é melhor “A partir do apresentado nesta monografia, pode-se inferir que os resultados constituem um aporte significativo…”).

O anterior não significa que não se possa ressaltar ou opinar sobre a sua monografia, seu experimento ou sobre uma bibliografia ou um autor, porém isto deve ser feito de forma moderada.  

REDUNDÂNCIAS: Para que as frases possam “fluir”, deve-se evitar o uso de redundâncias ou palavras próximas no texto, com sons similares. Como exemplo disto se tem: “a amostra de solido mostra um comportamento anomalo…” (redundância) e “a apresentação dos resultados apresenta erros” (sons similares).

Quando tal escrita for realmente necessária, apele para sinonimos, por exemplo: “a amostra de solido exibe um comportamento anomalo”.

CONSTRUÇÕES GRAMATICAIS POBRES: Você deve tomar o cuidado de redigir frases que sirvam para expressar exatamente o que se quer dizer. Para evitar este tipo de erro, cuide para que cada elemento da frase esteja no lugar correto

LEIA TAMBÉM

Gestão do tempo ao redigir monografias

Realização de Monografia

Parágrafos e frases na escrita de monografias

 
COPYRIGHT