Monografia | AC  
Faça aqui seu orçamento !
Contatos
MONOGRAFIA ACMonografias ProntasDissertação de Mestradoprojeto de pesquisaFormatacao de monografia ABNTArtigos CientíficosQualidadeInvestimentoEntre em Contato Conosco
 
 

A ATIVIDADE FÍSICA E O HIV

Feed da Monografia ACTwitter da Monografia ACPerfil Facebook

VEJA COMO DESENVOLVER UMA MONOGRAFIA SOBRE A ATIVIDADE FÍSICA E A INSUFICIÊNCIA CARDÍACA

Um tema muito interessante para uma monografia ou um TCC para a área de Educação Física é o impacto da atividade física e dos exercícios em indivíduos contaminados com o vírus HIV ou que já estejam desenvolvendo um quadro de AIDS. Serve propriamente como um resumo de um trabalho monográfico neste nível. Basicamente, este artigo serviria como uma breve introdução de monografias sobre este assunto.

A infecção com o Vírus de Imunodeficiência Humana (HIV) pode resultar em muitos problemas catastróficos de saúde, incluindo a evolução do quadro e sintomatologia por AIDS.

A sintomatologia física associada com a AIDS é uma perda de massa e força muscular, acompanhada geralmente por uma perda de peso involuntária causada por uma variedade de fatores.

Estes fatores incluem a perda do apetite, náusea e vômitos devido às infecções secundárias ou pelos efeitos adversos dos medicamentos; um aumento no metabolismo e catabolismo muscular resultado direto do HIV ou de infecções oportunistas secundárias; depressão; pobre ingestão de alimentos e água em quantidades apropriadas. O estudo de tal sintomatologia serve como uma ótima pesquisa para artigos científicos ou ainda para um trabalho de conclusão de curso, também chamado tcc

Os pacientes com HIV/AIDS também podem experimentar os efeitos fisiológicos negativos de um nível baixo de atividade física na vida diária. Muitas monografias escritas demonstraram que as pessoas com HIV podem beneficiar-se de um programa de exercício regular e estruturado como parte de seu tratamento (30 minutos diários, 5 ou mais dias à semana).

O EXERCÍCIO EM PACIENTES COM AIDS

O treinamento com exercícios de resistência progressiva (ERP) ou exercício com pesos pode reverter a perda de músculo em pacientes, melhorar a força e função muscular, diminuir a depressão, e promover uma melhor capacidade funcional e independência na vida diária.

O ERP não aumenta os níveis do vírus HIV nem desencadeia uma resposta inflamatória daninha. Uma vez se restabelece a massa muscular, é importante começar um programa de exercício mais balanceado combinando o exercício aeróbico com ERP para melhorar a aptidão física e a saúde. Um estudo mais aprofundado sobre este aspecto seria ótimo para uma dissertação de mestrado

O exercício aeróbico de intensidade moderada não tem um efeito prejudicial nos níveis plasmáticos do vírus nem na função imunológica. Isto é verdadeiro também em mulheres grávidas com infecção por HIV.

Voltar para saber mais sobre temas de MONOGRAFIA DE EDUCAÇÃO FÍSICA

Veja este artigo sobre a Educação Ambiental nas aulas de Educação Física

Saiba mais sobre TEMAS DE MONOGRAFIAS

 

 
COPYRIGHT